sábado, 8 de janeiro de 2011

To de volta.




To de volta, com a insegurança estampada na cara.
To de volta e agora sei que a minha alma também chora.
To de volta, com a mala mais inchada de duvidas.
To de volta pra apagar da minha mente idéias estúpidas.
To de volta pra me ocupar com qualquer coisa fútil.
To de volta e me transformei em um ser inútil.
To de volta e sem fé alguma com A pessoa.
To de volta e desta vez o meu grito de desespero, pelo mundo ecoa.

To de volta e vim de mãos vazias.
To de volta e não tenho perspectivas de alegrias.
To de volta, depressivo como jamais havia sido.
To de volta pra costurar um futuro, mas acabou o tecido.
To de volta e necessito dar escape a toda essa pressão emocional.
To de volta e cercado de amigos com discurso motivacional.
To de volta, irracional como um macaco, agindo por instinto.
To de volta, á procura de um amor, á muito tempo, extinto.


To de volta e sei que vou me reerguer.
To de volta pra tentar, com a situação, aprender.

To de volta, mas completamente sem rumo.
To de volta e ainda não te esqueço por 1 segundo.

To de volta e sei que é questão de tempo.
To de volta e vou me limpar por dentro, paciência, o processo é lento ...

3 comentários:

  1. idéias estúpidas são sempre as melhores kk

    http://blogdokiraa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. To de volta pra costurar um futuro, mas acabou o tecido.


    Phoda!

    ResponderExcluir